top of page
  • reluzterapiasenerg

Seja você mesmo!

Há quem diga que ser quem é de verdade é o maior ato de coragem que uma pessoa pode ter. De fato, não são todas as pessoas que têm essa ousadia de ser quem são. No entanto, abraçar a própria identidade é muito mais do que um ato revolucionário; é uma necessidade de todo e qualquer indivíduo que deseja conduzir uma vida feliz e saudável.

No entanto, as pressões externas muitas vezes nos fazem evitar a exposição de quem somos. Contudo, é importante lembrar: se a sua liberdade não ofende a liberdade de ninguém, não tem por que se esconder. Se ser você mesmo ainda é algo um pouco difícil para você, acompanhe a reflexão a seguir.

Potencialize as suas qualidades

Toda pessoa vem ao mundo com um propósito específico. Esse propósito é alcançado quando a pessoa potencializa as suas qualidades, competências, capacidades, habilidades e talentos. Você pode ser um ótimo cuidador de enfermos, lidar muito bem com números, comunicar-se com clareza, saber aconselhar os amigos, ser um bom ouvinte, agir com paciência, enfim, ter uma infinidade de qualidades.

Todos esses atributos se manifestam na vida pessoal e na vida profissional do indivíduo. São eles que permitem que as pessoas alcancem grandes resultados nessas duas áreas da vida. Entretanto, para que isso ocorra, é importante que elas não tenham medo de mostrar as suas boas características ao mundo — ou ao menos às pessoas que fazem parte do seu convívio.

Como você vai encontrar o seu propósito de vida se você mesmo não dá valor às suas qualidades? Que tipo de legado você deseja deixar no mundo, sendo que nem você mesmo acredita nos seus potenciais?

Todo mundo tem qualidades, mas elas só são potencializadas quando são postas em prática. Por isso, se você tem dons, talentos e competências, mostre-as. Você não precisa construir um foguete para fazer a diferença na vida de alguém. Às vezes, basta um sorriso, um abraço ou uma risada para melhorar o dia de quem está ao seu lado.

Aceite os seus pontos de melhoria

Assim como você tem qualidades, também tem pontos em que precisa melhorar. Isso não o faz pior do que ninguém, mas apenas um ser humano. Todas as pessoas no mundo têm pontos que precisam de mais desenvolvimento, sem exceções.

Por isso, se há traços do seu ser que você sente que não estão legais, acolha-os. Entenda que eles fazem parte de quem você é, e você não precisa (nem deve!) deixar de gostar de si mesmo porque esses aspectos negativos existem.

O que você precisa fazer é identificar quais são esses aspectos, por que eles surgem e o que você pode fazer para melhorá-los. Isso não significa negar quem você é ou querer mudar radicalmente a sua personalidade, mas apenas selecionar aqueles pontos que precisam de uma atenção maior.

Isso exige um bom autoconhecimento, ou seja, um trabalho de reflexão sobre os seus sentimentos, pensamentos, atitudes e resultados. Se desejar, pode contar com o apoio de um profissional, como um terapeuta. Ele conta com técnicas específicas para que você entenda o que pode ser melhorado em seu ser, sem que deixe de gostar de si mesmo por causa disso. Cuidar de si mesmo é um trabalho de autoestima, que exige paciência e muito amor-próprio!

Invista no desenvolvimento pessoal

Para que você mergulhe no autoconhecimento, potencialize as suas qualidades e promova melhorias naqueles pontos que precisam de evolução, é preciso investir no desenvolvimento pessoal.

Além da terapia, há outras medidas que você pode tomar para ampliar o seu autoconhecimento. A meditação é uma delas, pois, além de ajudar na prevenção dos quadros de ansiedade e depressão, a meditação também te proporciona um tempo a sós, com os seus pensamentos. Na correria do dia a dia, nem sempre conseguimos pensar sobre aquilo que fazemos e que sentimos.

Além da meditação, escrever um diário também pode ser uma importante técnica de desenvolvimento pessoal, pois atua como um registro dos seus pensamentos e sentimentos. Por fim, a leitura também pode ser profundamente transformadora em sua vida, já que o conhecimento é sempre um elemento de valor.

Quanto mais nós adquirimos conhecimento e conhecemos a nós mesmos, mais seremos capazes de defender a nossa personalidade, as nossas ideias, o nosso trabalho e as nossas atitudes.

Viva uma vida autêntica

Quando uma pessoa sabe muito bem quem é e o que deseja, ela não vai dar muita atenção ao que os outros pensam. Ela vai sempre agir no sentido de ser feliz, de acordo com a sua visão de mundo.

Esta é uma verdade libertadora das pessoas que não têm medo de ser elas mesmas: elas não vivem para agradar aos outros. Toda vez que uma pessoa deixa de pensar, de falar, de sentir ou de agir como ela gostaria, apenas por medo do que os outros vão dizer, ela está vivendo uma vida inautêntica.

Segundo psicólogos, a falta de autenticidade é o fator que mais nos afasta de uma vida feliz, além de colaborar consideravelmente com o desenvolvimento de quadros ansiosos ou depressivos. Ser autêntico é ser você mesmo, sem se importar com a opinião alheia. É claro que você não deve sair ofendendo as pessoas, mas também não deve ter medo de dar a sua opinião, desde que faça isso de forma respeitosa.

Além disso, as pessoas autênticas jamais se utilizam das redes sociais para fingir ser alguém que não são de verdade. Use essas redes com moderação e lembre-se de que ninguém é lindo e feliz o tempo inteiro. A vida real é diferente disso, e está tudo bem!

Não acredite nos padrões

Se você acreditar religiosamente em tudo aquilo que as revistas, os programas de televisão e as redes sociais mostrarem, você certamente se sentirá frustrado. Por isso, tome muito cuidado com o tipo de conteúdo que você consome.

Alguns desses canais mostram como deve ser o seu corpo, como deve ser o seu cabelo, como deve ser a sua pele, como deve ser a sua alimentação, como deve ser o seu comportamento, e por aí vai. É claro que uma dica ou outra sempre é interessante. No entanto, você não deve deixar de ser quem você é para tentar se encaixar nesses padrões impostos pela sociedade, como se essa fosse a única maneira de ser feliz.

Isso acaba a autenticidade, de que falamos anteriormente. Aliás, se todos se moldarem a esses padrões, teremos um mundo feito de pessoas cada vez mais iguais umas às outras, o que certamente fará com que viver perca a sua graça. As diferenças são o que nos fortalece enquanto sociedade!

“Seja você mesmo, todos os outros já existem” — Oscar Wilde

Para finalizar, fica aqui o pensamento do célebre escritor irlandês Oscar Wilde. A frase acima faz bastante sentido, se pensarmos que, num mundo com quase 8 bilhões de pessoas, ninguém é igual a ninguém.

Portanto, seja você mesmo e não tenha medo. Desde que você saiba respeitar o espaço do outro, não há nada de errado em ser você, com os seus erros e acertos. Você é um ser humano. Deixe de procurar a perfeição!

E você, tem sido você mesmo?

Deixe o seu comentário no espaço abaixo e não se esqueça também de compartilhar este artigo nas suas redes sociais!

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page